Fatos & estatísticas sobre onças

     

 A onça-pintada (Panthera onca) é o terceiro maior felino no mundo e o único 'grande felino' (felinos que rugem, do gênero Panthera) nas Américas. É o maior membro da família dos felinos, Felidae, no hemisfério oriental.

 O seu tamanho varia bastante, podendo atingir 130 kg, e normalmente os espécimes que ocupam as florestas tropicais são menores do que os que habitam áreas mais abertas.

 Pela sua aparência, a onça-pintada é freqüentemente confundida com o leopardo devido à semelhança na coloração amarelo-acastanhado do seu couro, mas o padrão das manchas é diferente.

 Na verdade, ela pode pesar duas vezes mais que o seu parente próximo, o leopardo. A cabeça do leopardo é menor e mais estreita do que a da onça-pintada.

 A onça-pintada é o felino mais forte do mundo, considerando o seu peso versus sua força, consegue abater presas com 4-5 vezes o seu peso!

 A onça-pintada mata suas presas de forma diferente dos outros grande felinos conhecidos na África... Com apenas uma mordida na nuca!
 

 

 O rugido de uma onça-pintada é diferente do de um leão - emite um rosnar que se assemelha ao roncar. Estes sons podem ser ouvidos a grandes distâncias dentro da floresta; até 500 metros pelo ouvido humano e até 20 km por outras onças.

 Nas décadas de 1960 e 1970 mais de 15.000 onças-pintadas foram mortas por ano para comércio do seu bonito couro.

 A onça-preesta é o mais esquivo animal do planeta. Ainda sabemos muito pouca informação sobre a vida desta espécie.

  Devido ao desmatamento e à caça ilegal os números de onça-pintada diminuem a cada instante que passa. Julga-se que existem um total de 15.000 onças-pintadas ainda em liberdade.

 Sendo um predador de topo da cadeia alimentar, é essencial preservar este felino para assegurar a conservação e funcionalidade dos sistemas naturais. Se perdermos esta espécie a floresta sofrerá mudanças.